feapesc sc

Presidente da FEAPESC apoia a paralisação dos caminhoneiros

2018 um ano que veio dando continuidade as grandes lutas contra a Reforma da Previdência,  que não ganhou prioridade no congresso nacional unica e exclusivamente devido as eleições deste ano. Mas o Presidente Temer insiste em tentar aprová-la após as eleições.
 
Os aposentados já realizaram atos durante este primeiro semestre e querem o fim da Corrupção no Brasil. Para o Presidente Iburici Fernandes o momento é de resistência,  é preciso voltar urgentemente ao movimento, a luta não se aposenta e para Fernandes "estamos perdendo um Brasil que construímos com muita dedicaçao".  
 
A greve dos caminhoneiros já ganhou adesão de outros segmentos, pois só a união e a luta poderão reverter os retrocessos desses últimos anos.
O Presidente Iburici  num ato de apoio ao movimento dos caminhoneiros, cancelou a Assembleia Geral da Federação e esteve nesta quinta-feira (24) num dos  pontos da paralisação participando da luta  -  que é justa e que faz o Brasil parar pelos brasileiros e não pela politicagem como em outros momentos.  
 
"Precisamos de um Brasil justo, humano e que atenda de fato os brasileiros e não  os políticos e os banqueiros. A nossa luta continua" conclama o Presidente, que convoca  todos os brasileiros, jovens, trabalhadores, aposentados e idosos para ocuparem a nação  que pertence a todos os brasileiros.